Tweet

Divando Campos

A inspiração nos eleva a dedicação pela arte.

Textos


VI CRESCER NO MEU CANTEIRO,
MAIS ESPINHO DO QUE FLOR,
POIS AINDA MORA NO MEU PEITO,
UMA SAUDADE DE UM GRANDE AMOR.
 
 
VOCÊ É A BRISA QUE PASSA,
TRAZENDO O AROMA DA FLOR,
TENS TODO O ENCANTO,
E A INFINITA GRAÇA DE UM AMOR.
 
 
AS VÊZES ME SINTO
COMO UM BEIJA-FLOR,
FLUTUANDO NO AR,
SENTINDO O AROMA DO AMOR.
 
 
O AMOR É DIVINO,
É UM MISTÉRIO SEM PAR,
CRIADO POR DEUS,
COMO UMA ESTRÊLA À BRILHAR.
 
 
EU VOU PENETRAR NA TUA MENTE,
COM MINHAS PALAVRAS DE AMOR,
NA TUA BOCA, PENETRAREI...
COMO SE FOSSE UM BEIJA-FLOR.
Divando Campos
Enviado por Divando Campos em 26/05/2016
Alterado em 26/05/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras